SEO

SEO (10)

Quinta, 01 Setembro 2016 11:12

Black hat

Classifique este artigo
(0 votos)

Spamdexing é a tentativa de promoção de páginas através do uso irrelevante, principalmente commerciais, através de técnicas enganadoras e que fazem uso dos algoritmos de forma abusiva. Muitos administradores de sistemas de busca consideram qualquer tipo de técnica para otimização em sistemas de e melhorar o page rank de um website como spamdexing.


No entanto, em tempo um consenso comum desenvolveu na indústria o que pode ser aceitável e o que não é aceitável para reforçar uma colocação nos sistemas de busca e melhoria de tráfego resultante.

Já que mecanismos de busca operam de maneira altamente automatizada, muitas vezes webmasters usam métodos e táticas não aprovadas pelos mecanismos de busca para alcançar rankings maiores. Estes métodos por vezes passam despercebidos, a menos que um funcionário da empresa do mecanismo de busca manualmente visite o site e observe a atividade, ou uma mudança no algoritmo que controla o ranking resulte na perda dos benefícios. Às vezes as empresas contratarão um SEO para avaliar competitor's sites, e reportar métodos de otimização de resultados em mecanismos de busca antitéticos.

Spamdexing volta e meia é confundido com técnicas legítimas de otimização em mecanismos de busca, que não envolvem engano. Spamming significa fazer sites receberem mais exposição do que eles mereceriam por suas keywords, ocasionando resultados de busca insatisfatórios. Otimização expressa o ato de fazer sites receberem o rank que eles merecem pelas mais targeted keywords, tendo por conseqüência resultados de busca relevantes.

Quando descoberto, mecanismos de busca podem reagir diante daqueles utilizando métodos antiéticos de SEO. Em Fevereiro de 2006, o Google removeu tanto a BMW Germany quanto a Ricoh Germany pelo uso desse tipo de prática.

 

Alguns métodos Black Hat conhecidos:

 

  • Keyword Stuffing: utilização de spam de uma keyword; repetição da mesma de forma a aumentar a densidade e relevância a ela numa página web.
  • Invisilbe Text: texto voltado aos mecanismos de busca, para que sejam indexados. Porém não tem relevância para o usuário e ficam no mesmo tom de cor do fundo, para que passem despercebidos.
  • Cloaking Page: direcionamento relevante a quem acessa a página. Utilizam redirecionamento por IP para mostrar conteúdo para os motores de busca, e o mesmo se difere para os usuários.
  • Doorway page: técnica semelhante a cloaking page, se difere apenas com o método de redirecionamento, no qual utiliza de scripts.
  • Link Farms: criação de vários sites com links mútuos para aumentar visibilidade.
  • Over-Submitting: processos automáticos de divulgação, que geram spam.
  • Duplicated Content: conteúdo duplicado, várias fontes para o mesmo conteúdo.
  • Cópia de conteúdo copiando conteúdo protegido por direitos autorais sem dar o devido crédito.

 

Mais em Wikipedia

 

Quinta, 01 Setembro 2016 11:02

White Hat

Classifique este artigo
(0 votos)

As técnicas de SEO White Hat são, basicamente as recomendações, das principais search engines, estas recomendações são as guidelines, recomendações, ou normas de boa conduta, onde é explícitado o que se pode fazer e o que não é aceitável. Aconselham de forma geral a gerar conteúdo para os usuários e não para os mecanismos de busca; gerar conteúdo acessível para seus spiders; não tentar enganar seu sistema. É comum quando alguns webmasters cometem erros na hora do design ou na programação de seu site web, desta forma "envenenando" os mesmos, dificultando o bom posicionamento. White Hat SEOs trabalham para descobrir e corrigir esses problemas, como menus ilegíveis para as máquinas de busca, links quebrados, redirecionamentos temporários, até mesmo com estrutura fraca de navegação.

 

Classifique este artigo
(0 votos)

Cuidado com os SEOs que dizem garantir a sua classificação ou ter um "relacionamento privilegiado" com o Google ou que anunciam um "envio prioritário" para o Google. Não existe envio prioritário para o Google. Na verdade, a única forma de enviar um site diretamente ao Google é através da nossa página Adicionar URLou enviando um Sitemap, e você pode fazer isso por conta própria sem custo algum. Ninguém pode garantir a classificação em primeiro lugar no Google.

 

 

 

Classifique este artigo
(0 votos)

Vamos falar sobre a importância da criação de um site institucional para a micro e pequena empresa e o esforço para fazer aparecer na primeira página das buscas, e aqui vamos ser mais francos e diretos: aparecer no Google!

Até pouco tempo atrás possuir um site era algum tipo de luxo ou excenticidade, hoje é uma necessidade.

É crescente o número de micro e pequenas empresas e negócios que nos procuram para a criação e otimização de seus sites, mas qual o por quê disso na prática? O "porquê" é simples: todos querem fazer negócios também pela internet!

Atualmente quase não se utiliza mais a boa e velha lista telefônica para pesquisar telefones de empresas e profissionais liberais que oferecem determinados tipos de produtos e serviços específicos, o que há pouco tempo ainda se fazia instintivamente. Bastava pensar em comprar algum produto ou procurar algum profissional liberal e em segundos já se estava com a lista telefônica em mãos para buscar nas famosas páginas amarelas os telefones dos melhores profissionais ou das melhores empresas que vendiam aquele determinado produto.

Com a evolução da internet e com o fato das pessoas terem fácil acesso à internet banda larga, surgiram os motores de busca ou sites de busca, e aqui não vamos contar a sua história nem citar que antes você tinha que cadastrar seu site nos buscadores que organizavam por ordem alfabética ou de maneira que não valorizava o conteúdo nem a qualidade do seu site, afinal isso já é passado também.

Hoje o que vem à mente de pelo menos 85% das pessoas que pensam em procurar produtos e serviços é abrir o site www.google.com.br e digitar lá palavras-chave, que podem ser palavras isoladas, ou pequenos textos e junções de algumas palavras-chave ou até mesmo perguntas, por exemplo: ” como colocar meu site na primeira pagina do Google”, “quais os segredos para otimizar sites”, ou até “serviços de encanamento na cidade tal”, “pedreiro em cidade tal”, “cursos online”, enfim, pode-se fazer inúmeras pesquisas e é justamente aí que começa a grande mágica: encontram-se sites, blogs ou portais de inúmeros locais quando não se pesquisa direcionado para sua cidade, ou seja, abrem-se inúmeras oportunidades para sites de todo o país e até do mundo, afinal a internet é globalizada, ou seja, sem limites.

O fato das buscas nos sites de busca como Google, Bing, Uol, Yahoo, Cade, entre outros inúmeros proporcionarem resultados amplos, retornando sites, portais ou blogs de empresas e prestadores de serviços de várias partes do país é o que impulsionou e impulsiona a cada dia a criação de novos sites de profissionais liberais, pequenas, médias e grandes empresas, afinal todos querem uma fatia do bolo, ou seja, todos querem fazer negócios pela internet pelo fato de ampliarem seus horizontes.

Mas como se aplica à pequena empresa e microempresa?

Vamos então retomar ao título desta postagem: a importância da criação de um site institucional para a micro e pequena empresa e o esforço para fazer aparecer na primeira página das buscas do Google e demais buscadores.

Sabendo-se que é muito mais vantajoso aparecer na primeira página das buscas do Google, Bing, Msn, Yahoo, Uol, Cade e outros pelo fato de se aparecer não somente em seu bairro ou sua cidade e sim, tendo a possibilidade de aparecer para todo o Estado ou todo o País (obviamente quando for possível, afinal somente há lugar para 10 sites na primeira página das buscas gratuitas), fica óbvia a importância de se ter um site e de aparecer nas buscas, afinal a sua importância é exatamente a possibilidade de ampliar os horizontes da empresa ou do seu negócio e de aumentar o faturamento, que é de fato o que se busca quando se abre uma empresa.

Não estamos aqui dizendo para você parar de fazer anúncios nas listas telefônicas, apenas incentivando-o a criar seu site e fazer a otimização dele para que o mesmo apareça nas buscas e amplie suas possibilidades de negócios.

Como já citamos, até um tempinho atrás era muito caro para se fazer um site, com preços variando entre R$ 5.000,00 a R$ 20.000,00, com mensalidades de meio a um salário mínimo entre hospedagem e manutenção do site. Atualmente esses valores caíram muito graças ao aumento de profissionais e empresas que oferecem os serviços de criação, hospedagem e otimização de sites, podendo-se pagar entre R$ 9,00 a R$ 50,00 mensais pela hospedagem do site, R$ 30,00 anuais para manutenção do seu domínio no http://registro.br e de R$ 900,00 a R$ 5.000,00 para fazer sites com alta tecnologia, podendo ser sites institucionais (os que mais indicamos para sua micro ou pequena empresa) ou até sites e-commerces, também chamados lojas virtuais.

Já a otimização para fazer com que seu site apareça na primeira página do Google nas buscas gratuitas tem o seu preço de acordo com as palavras-chave indicadas para seu negócio, para a região de atuação em que desejar aparecer nas buscas e é determinado em sua maior parte pela concorrência, afinal somente há lugar para 10 páginas na primeira página de resultados das buscas do Google. Pode-se dizer que há uma variação entre R$ 800,00 a R$ 3.600,00 para se fazer um trabalho de otimização para fazer com que seu site se torne interessante para os buscadores e apareça nas primeiras páginas dos resultados das buscas dos internautas.

Podemos afirmar que é de suma importância para seu negócio que ele possua um site institucional, que você possa ter um e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ao invés de fazer propaganda de outros negócios. No seu site institucional você tem a possibilidade de falar sobre sua empresa, sobre seus produtos e seus serviços, de mostrar imagens com casos de sucesso, alguns até com o famoso “antes” e “depois”, tem espaço para um formulário de contato e até formulário para orçamento online. No seu site você indica em que local fica sua empresa podendo até fazê-lo com uso do Google Maps, onde o internauta tem uma visão de satélite, podendo enxergar em que rua e número fica seu estabelecimento e ainda tem uma imagem superior do prédio do seu estabelecimento.

Existem várias maneiras de se fazer um site institucional para sua empresa, desde os sites gratuitos até os pagos, feitos por profissionais de webdesign e cada uma delas vai determinar a facilidade ou dificuldade de seu site aparecer nas primeiras páginas dos resultados das buscas feitas pelos internautas nas buscas por seus produtos ou serviços, mas vale-se dizer que não existem milagres em serviços gratuitos ou muito abaixo do preço.


Mais em Microepequnasempresas.com.br

Quinta, 01 Setembro 2016 09:49

Critérios de classificação de um website

Classifique este artigo
(0 votos)

Para classificar os sites, os mecanismos de busca levam em consideração os seguintes aspectos:

  • Tempo de registro do domínio (Idade do domínio)
  • Idade do conteúdo
  • Freqüência do conteúdo: regularidade com a qual novo conteúdo é adicionado
  • Tamanho do texto: número de palavras acima de 200-250 (não afetava o Google em 2005
  • Idade do link e reputação do site que o aponta
  • Características padrão da página
  • Pontuação negativa sobre as características da página (por exemplo, redução para sítios web com utilização extensiva de meta-tags de palavra chave, indicativos de terem sido artificialmente otimizadas)
  • Originalidade do conteúdo
  • Termos relevantes utilizados no conteúdo (os termos que os buscadores associam como sendo relacionados ao tema principal da página)
  • Google Pagerank (usado apenas no algoritmo do Google)
  • Quantidade de links externos
  • O texto âncora contido nos links externos
  • Citações e fontes de pesquisa (indica que o conteúdo é de qualidade para pesquisa)
  • Termos relacionados na base de dados do mecanismo de busca (financiar/financiamento)
  • Pontuação negativa para links de chegada (provavelmente advindos de páginas de baixo valor, links de chegada recíprocos, etc.)
  • Ritmo de aquisição dos links de chegada: muitos ou incremento muito rápido pode indicar atividade de comercial de compra de links
  • Texto próximos aos links que apontam para fora e os links de chegada. Um link acompanhado das palavras "links patrocinados" pode ser ignorado
  • Uso da tag "rel=nofollow" para esculpir o ranking interno do website
  • Profundidade do documento no site
  • Métricas coletadas de outras fontes, tais como monitoramento da frequência com a qual usuários retornam clicando em voltar quando as SERPs as enviam para uma página em particular (Bouncerate)
  • Métricas coletadas de fontes como Google Toolbar, Google AdWords/Adsense, etc.
  • Métricas coletadas de compartilhamento de dados com terceiros (como provedores de dados estatísticos de programas utilizados para monitorar tráfego de sítios (sites))
  • Ritmo de remoção dos links que apontam para o site
  • Uso de sub-domínios, uso de palavras-chave em sub-domínios e volume de conteúdo nos sub-domínios, com pontuação negativa para esta atividade
  • Conexões semânticas dos documentos servidos
  • IP do serviço de hospedagem e o número/qualidade dos demais sites hospedados lá
  • Uso de redirecionamentos 301 ao invés de redirecionamentos 302 (temporário)
  • Mostrar um cabeçalho de erro 404 em vez de 200 para páginas que não existem
  • Uso adequado do arquivo robots.txt
  • Links "quebrados"
  • Conteúdo inseguro ou ilegal
  • Qualidade da codificação HTML, presença de erros no código
  • Taxa real de cliques observados pelo mecanismo de busca para as listas exibidas na SERPs
  • Classificação de importância feita por humanos nas páginas com acessos mais frequentes - ODP

Mais em Wikipedia

Classifique este artigo
(0 votos)

Novos sites não precisam ser necessariamente "enviados" aos sistemas de busca para serem listados. Um simples link vindo de um website já estabelecido fará com que os sistemas de busca visitem o novo site e inicie o mapeamento do conteúdo. Isto pode levar alguns dias ou mesmo semanas para a indexação do link existente em um site já indexado em todos os principais sistemas de busca e spiders para iniciar a visitação e indexação do novo site.

Uma vez que os sistemas de busca encontrem o site dará início então ao mapeamento das informações e páginas do site, contanto que todas as páginas usam as tags de link com padrão 'a href' hyperlinks. Links para páginas que são acessíveis somente através de aplicativos em Flash ou Javascript podem não ser encontrados pelos spiders.

Os Webmasters podem instruir os spiders para não indexar certos arquivos ou diretórios através do arquivo padrão robots.txt como guia na raiz do domínio. Os protocolos atuais para as máquinas de busca e spiders exigem que seja verificada a existência deste arquivo ao visitar um domínio, e mesmo que um spider ou motor de busca mantenha uma cópia oculta deste arquivo para uso na próxima visita as páginas do site, não pode atualizar essa cópia tão rapidamente quanto um webmaster. Os empresários da área de Desenvolvimento Web podem usar estes recursos para prevenir que determinadas páginas tal como carrinhos de compras ou outras páginas dinâmicas, conteúdo de uso específico de operadores apareçam em resultados sistemas de busca, assim podem manter os spyder distantes de certos arquivos.

Spiders de sistemas de busca podem observar um número variado de fatores quando estiverem navegando em um site, e muitas páginas de um site podem não ser indexadas pelos sistemas de busca até que elas adquiram mais pagerank ou links ou tráfego. A distância das páginas do diretório inicial de um site pode também ser um fator decisivo se uma página vai ou não ser navegada pelo spider, bem como outras métricas importantes. Cho et al.[7] descreveu alguns padrões para essas decisões de quando uma página visitada deve ser indexada pelo sistema de busca.

Para aqueles sistemas de busca que possuem seu próprio sistema de envio pago (como o Yahoo!), pode-se poupar algum tempo ao pagar um valor de envio, no entanto, o programa de envio pago não garante a inclusão no seus resultados de busca.

Quinta, 01 Setembro 2016 09:13

Link Buildings

Classifique este artigo
(0 votos)

Uma breve definição de link building é o processo de criação de links relevantes para seu site, que ajuda o seu site alcançar maior ranking com os principais motores de busca e direcionar o tráfego alvo ao seu site.

Quando os nossos clientes nos pedem para definir o link building, temos o cuidado de explicar que não é a quantidade de links para o seu site que ajuda você a classificar bem, mas sim a qualidade desses links. Há milhares de empresas de link building antiéticas no mercado, que empregam algumas práticas obscuras que acabam prejudicando seu site, em vez de ajudá-lo.


Alguns destes métodos não éticos incluem:

  • Automatização de spam de respostas nos blog.
  • Spam em todos os tipos de fóruns na web com respostas falsas que incluem links para o seu site.
  • Criação de sites apenas com o propósito de links para outros sites.


Estas são algumas vezes referidas como "diretórios de spam."

Os motores de busca são muito mais sofisticados do que eles já foram e são projetados para farejar essas e outras práticas de "black hat" SEO. Se os motores de pesquisa indexadores determinar que um site tenha utilizado práticas de link building antiéticas para conseguir uma melhor classificação, eles serão penalizados severamente tornando quase impossível encontra-los através dos motores de busca.

Apenas links permanentes e relevantes de sites de qualidade podem ajudar seu site a alcançar uma melhor classificação com os principais motores de busca e conduzir tráfego para seu site. O Link building é uma técnica utilizada para conseguir links de qualidade para um site e se utilizada junto a uma estratégia de sucesso do marketing digital pode tornar uma pagina relevante para os motores de busca, ajudando a alcançar os primeiros lugares no maiores buscadores da Internet.

Uma forma de fazer link building é criando artigos com informações relevantes e bem esclarecidas, desta forma os própios usuários criarão links para espalhar a informação deste artigo para amigos e conhecidos.

Não há atalhos para uma campanha de link building bem suCedida, e mesmo quando isso é feito corretamente, você não deve esperar para colher os benefícios do link building rapidamente. Paciência e persistência são as chaves, pode levar algum tempo para fazer o link building de fontes credíveis. O link building é um elemento-chave em uma estratégia de marketing digital porém é necessario utilizar outras táticas de marketing digital em conjunto para ajudar um site há alcançar uma classificação natural nos motores de busca.

Quinta, 01 Setembro 2016 08:42

Sistemas de Busca Orgânica do google

Classifique este artigo
(0 votos)

Google foi iniciado por dois estudantes Ph.D. da Universidade de Stanford, Sergey Brin e Larry Page, e trouxe um novo conceito para avaliar páginas da web. Este conceito, chamado PageRank™, foi importante para o início da criação dos algoritmos do Google.

O PageRank™ trabalha principalmente com o fator link e usa a lógica deste sistema de ligação entre páginas como se tivesse o valor de um voto para a página em questão. O fato de uma página ser referenciada através de um link funciona de forma a validar a existência do site e dar um valor mais "digno" ao voto. O valor de cada link de referência varia diretamente baseado no PageRank da página que faz referência ao link e funciona de forma inversa no número de links de saídas de uma página.

Com ajuda de PageRank™, o Google provou ser muito eficiente em oferecer resultados relevantes nas páginas de resultados e tornou-se o sistema de busca mais bem sucedido e popular.

Pelo motivo do sistema PageRank™ fazer a avaliação de websites através de fatores externos ou fora do controle de pessoas em particular, o Google sentiu que desta maneira poderia ser mais difícil de manipular a relevância de uma página.

No entanto, webmasters já tinham desenvolvido ferramentas para manipulação de links e esquemas para influenciar o sistema de busca Inktomi. Estes métodos provaram ser igualmente aplicáveis aos algoritmos do Google. Muitos sites focalizaram suas ações em trocar, comprar, e vender links numa escala imensa. A confiança do PageRank no sistema de link como um voto de confiança para um valor da página foi subvertido quando muitos webmasters procuraram vender links para gerar tráfego, influenciando dessa forma o Google, independentemente dos links serem realmente útil aos visitantes humanos do site.

Para complicar a situação, o suporte de busca omitia o mapeamento de uma página web inteira para procurar as chamadas palavras-relacionadas nas páginas web, e uma página web contendo uma listagem do tipo dicionário ainda combinaria quase todas as buscas (exceto nomes especiais) alcançando um link-rank mais alto. Páginas de dicionários e links para esquemas podem distorcer severamente os resultados de uma página de resultados.

Já era tempo para o Google - e outros motores de procura - olharem para algo mais distante sobre os fatores fora de controle humano. Havia outras razões para desenvolver algoritmos mais inteligentes.

A Internet estava alcançando uma grande parcela de usuários "leigos", que geralmente não conheciam técnicas avançadas de pesquisa que os ajudassem a encontrar a informação que eles estavam buscando e, além disso, o volume e complexidade dos dados indexados haviam tido um enorme crescimento em relação aos primórdios da Internet.

Quinta, 01 Setembro 2016 08:22

Meta Tag

Classifique este artigo
(0 votos)

Meta tag fornece informações sobre uma determinada página da Web, na maioria das vezes para ajudar os motores de busca categorizá-las corretamente. Eles são inseridos no documento HTML, mas muitas vezes não são diretamente visíveis para um usuário que visita o site.

Eles têm sido o foco de um campo de comercialização de pesquisa conhecido como Search Engine Optimization (SEO), onde métodos diferentes são explorados para fornecer um melhor posicionamento nos motores de busca. Em meados da década de 1990, os motores de busca eram dependentes de dados de meta tag para classificar corretamente uma página web, e os webmasters rapidamente aprenderam o significado comercial de ter a meta tag certa.

Como o tráfego do motor de busca alcançou maior importância nos planos de marketing on-line, os consultores que eram bem informados em como os motores de busca percebem um site foram requisitados​​. Esses consultores usaram uma variedade de técnicas (legítima ou não) para melhorar o ranking para seus clientes.

Meta tag tem um efeito significativamente menor nos resultados de busca hoje do que na década de 1990 e sua utilidade diminuiu dramaticamente com os robôs dos motores de busca que se tornaram mais sofisticados. Isto é devido em parte as quase infinitas palavras chaves usadas na meta tag e/ou tentativas de consultores de SEO sem escrúpulos de manipular o motor de busca controlando o ranking de algoritmos.

O SEO pode melhorar o ranking de um site no motor de busca, porém os consumidores de tais serviços devem ter o cuidado de contratar apenas consultores SEO de boa reputação.

Hoje em dia os principais robôs do motor de busca estão mais propensos a quantificar os seguintes fatores existentes:volume de links recebidos do código fonte, ortografia, hiperlinks funcionais e quebrados, volume e consistência de pesquisas e / ou tráfego espectador, tempo dentro site, visualização de páginas, a redundância, a relevância, geografia, língua e outras características essenciais.

Quarta, 31 Agosto 2016 22:00

Como otimizar um site

Classifique este artigo
(1 Vote)

Nos tempos atuais, a internet é o maior meio de pesquisa quando se trata de serviços e produtos, essa demanda vem crescendo com a facilidade de se contratar planos de internet.

Tendo em vista esse nicho de mercado crescente, muitas empresas iniciantes ou já conceituadas no mercado, buscam um bom posicionamento de seus sites nos grandes buscadores de internet como o Google, Yahoo e MSN.

Existem duas maneiras de estar nas primeiras páginas dos buscadores a empresa pode pagar por anúncios nos Links Patrocinados, uma espécie de publicidade paga inserida junto aos resultados de pesquisa dos buscadores, também é possível contratar uma agencia especializada para otimizar o site da empresa que queira aparecer nos resultados dos buscadores, a otimização ou SEO (Search Engine Optimization) é uma técnica para alavancar o posicionamento do site na busca orgânica.

A busca orgânica são os resultados da pesquisa que são inseridos gratuitamente nos buscadores levando em consideração algumas características do website da empresa, neste tipo de busca não é necessário pagar para ter o link do website disponibilizado entre os primeiros resultados.



Diferença entre Busca Orgânica e Links Patrocinados

importante não confundir os resultados orgânicos com os resultados patrocinados ao contrário do Google Adwords (links patrocinados que na figura abaixo é representado pela seleção em rosa) que somente são inseridos nos resultados dos buscadores se o anunciante pagar pela inserção, na busca orgânica (representado pela seleção azul na imagem) não é necessário o pagamento para figurar entre as primeiras posições, um site otimizado alcançará este posicionamento sem a necessidade de se pagar por cliques.


Ferramentas utilizadas para otimização

Para um site estar entre os primeiros é preciso seguir as diretrizes dos buscadores, e possuir uma boa campanha de marketing digital. Para descobrir quais as palavras chaves mais favoráveis e em quais mídias investir, e dispor seu tempo é necessária uma profunda análise de concorrentes e de mercado. Kotler destaca:

   "Para planejar estratégias competitivas de marketing que sejam realmente efetivas, a empresa precisa descobrir tudo o que puder a respeito dos concorrentes. Deve constantemente comparar seus produtos, preços, canais de distribuição e promoções com os mesmos itens dos concorrentes para poder identificar as áreas onde potencialmente possa ter vantagens ou desvantagens. (KOTLER, 1998,p. 409)."   

Existem ferramentas que auxiliam este procedimento e são muito uteis para que alcance bons resultados nestas análises. Entre elas podemos destacar algumas como:

  • O SEMRUSH
  • Com o Semrush é possível analisar seus concorrentes individualmente e descobrir em quais palavras chaves eles aparecem na busca orgânica, ver detalhadamente todas as campanhas realizadas por eles nos links patrocinados. Utilizando o Semrush é possível fazer comparação de até cinco concorrentes e saber por período quem estava na frente e em quais palavras chaves, gerando gráficos de comparação.

  • A FERRAMENTA DE PALAVRAS CHAVES DO GOOGLE
  • Existem outras formas para realizar análises de palavras chaves que também são importantes, uma delas é utilizando uma ferramenta fornecida pelo próprio Google à ferramenta de análise de palavras chaves, esta ferramenta é utilizada para campanhas de links patrocinados, porém pode ser usada como base para o desenvolvimento de uma campanha de otimização pois ele gera palavras que o Google acha relevante para o segmento em questão, a análise pelo link do site irá gerar palavras chaves que seriam interessantes para aquele site baseando-se no conteúdo escrito no site, ou pode ser feito utilizando apenas uma palavra chave assim o Google irá gerar um relatório de palavras que os usuários buscam que são relacionadas e pesquisada. Um fator importante desta ferramenta é que ela é gratuita assim qualquer um pode utiliza-la sem que gere gastos desnecessários.

  • O AHREFS
  • Outra ferramenta muito útil é o Ahrefs se trata de um site cujo seu funcionamento é semelhante ao Semrush, porém no Ahrefs quando é inserido o site para avaliação, a ferramenta fornece todos os backlinks em que o site aparece.

Sobre

A G5 SEO é uma empresa de criação e otimização de sites, que tem como objetivo aperfeiçoar o posicionamento do seu site nos maiores mecanismos de pesquisas do mundo, como o Google, por exemplo. Tornando seu negócio mais visível e lucrativo.

Localização

Contato

 Rua Aimberê, 1050, Vila Curuçá
    Santo André | São Paulo.

 Telefone: +55 11 4901.2588

 WhatsApp: +55 11 99406.0519

 Email: contato@g5seo.com.br

Newsletter

Inscreva-se e receba nossas novidades